MENU

20/02/2022 às 18h51min - Atualizada em 20/02/2022 às 18h51min

Com emoção 'infinita' nos pênaltis, Atlético-MG vence o Flamengo nos pênaltis e é supercampeão do Brasil!

Matheus Dantas
https://esportes.yahoo.com/
Por: Divulgação

Atlético-MG e Flamengo entregaram tudo. Neste domingo, na Arena Patanal, os times de Mohamed e Paulo Sousa fizeram uma partida à altura da expectativa criada para a Supercopa do Brasil. O empate em 2 a 2 no tempo regulamentar já haviam sido de bom futebol, belos gols e alternâncias no placar. Contudo, as maiores emoções ficaram para a decisão por pênaltis com 24 cobranças. Hulk fez (pela segunda vez) e Everson pegou a de Vitinho. Galo supercampeão!

Foi o Atlético-MG que saiu na frente, com Nacho, ainda no primeiro tempo. Na volta do intervalo, o Flamengo virou com Gabigol e Bruno Henrique, mas Hulk empatou e a decisão foi para os pênaltis. O placar de 8 a 7 foi consolidado após 24 cobranças, nas quais os dois times tiveram chances de liquidar a fatura.

Agora, Atlético-MG e Flamengo voltam suas atenções para os Estaduais. O Rubro-Negro enfrenta o Botafogo, na quarta, no Estádio Nilton Santos. O Galo volta a campo só no sábado, diante do Pouso Alegre, no Estádio Manduzão. No Brasileirão, na Copa do Brasil e na Libertadores, os caminhos de duas das mais fortes equipes podem se cruzar. E a expectativa será por outros grandes jogos.

FLAMENGO DOMINA, MAS ESBARRA EM PROBLEMA CONHECIDO

Reforçado com David Luiz e Bruno Henrique entre os titulares, o Flamengo teve problemas no início do jogo, com Arana e Keno atacando pelo lado esquerdo, mas, a partir dos 10 minutos, o time de Paulo Sousa passou a dominar o jogo, com uma marcação agressiva, que não deixou o Atlético tocar a bola no campo ofensivo. Assim, com destaque para João Gomes e Filipe Luís dominando as ações, o Rubro-Negro passou criar chance atrás de chance na Arena Pantanal.

Contudo, apresentou o mesmo problemas de partidas do Carioca: falta de eficiência na finalização. Gabigol perdeu duas chances, Arrascaeta também ficou cara a cara com Everson, na bola aérea, a defesa do Galo foi resistindo.

COM NACHO, GALO APROVEITA FALHA E SAI NA FRENTE!

Apesar da menor presença no campo de ataque, o time de Mohamed terminou o primeiro tempo com o mesmo número de finalizações do Flamengo: 7 a 7. O que levou o Galo a abrir o placar foi justamente a eficiência. Foram três chutes certos contra nenhum do rival. Um deles foi o de Arana, que recebeu com liberdade na entrada da área e arriscou. Hugo Souza espalmou para o meio da área, e Nacho Fernández apareceu para completar: 1 a 0 aos 41 minutos.

PRESSÃO E VIRADA COM 'DEDO' DE PAULO SOUSA!

Na volta do intervalo, a intensidade do Flamengo foi ainda maior e o Atlético não resistiu. Foram 10 minutos de pressão até Filipe Luís encontrar Arrascaeta, que foi à linha de fundo e cruzou. Bruno Henrique cabeceou, Everson fez grande defesa, mas, no rebote, Gabi encheu o pé e comemorou com raiva: tudo igual na Arena Pantanal rubro-negra, que veio junto da equipe de Paulo Sousa.
Minutos depois, o técnico português sacou Everton Ribeiro - que fazia uma partida discreta - e acionou Lázaro. Em seu primeiro lance, o jovem venceu a marcação e deu passe na medida para Bruno Henrique, que "atropelou" Godín e tocou na saída de Everson: virada do Flamengo aos 18 minutos da etapa final.

GALO ACORDA, HULK EMPATA

O segundo gol do Flamengo serviu para acordar o time de Mohamed, que não havia "voltado" para a etapa final ainda. Contudo, imediatamente após sofrer a virada, o Atlético foi quem começou a rondar a área rival. Foram 10 minutos de pressão, com direito a boas defesas de Hugo, até Hulk empatar. E, assim como Paulo Sousa, Turco teve seu impacto no gol, já que Ademir, que havia entrado minutos antes, foi quem cruzou para o camisa 7 do Galo "fuzilar": 2 a 2 aos 29

A parada técnica e as várias substituições esfriaram o jogo após isso. Na reta final, o Atlético-MG ficou mais com a bola, apesar do Flamengo ter levado perigo ao com de Everson com boas escapadas de Gabigol, Vitinho. Na melhor delas, Arana fez um gol ao impedir gol de Lázaro, já dentro da pequena área.

Não bastasse as emoções dos 90 minutos, Atlético-MG e Flamengo entregaram uma disputa de pênaltis "interminável" para quem estava torcendo. Foram 24 cobranças, com acertos de Hulk, Nacho, Ademir, Arana, Vargas, Jair e Nathan, para o Galo, e Lázaro, Vitinho, Diego, David Luiz, Gabi, João Gomes e Léo Pereira para o Flamengo.

Já Guga, Everson, Mariano, Godín, Arão, Matheuzinho, Fabrício Bruno e Hugo Souza perderam. Nas alternadas, Hulk chamou a responsabilidade e cobrou pela segunda vez, sem chances para Hugo. No Flamengo, Vitinho foi abrir, e parou em Everson. Festa atleticana na Arena Patanal.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 2 (8) X (7) 2 FLAMENGO

Estádio: 
Arena Pantanal, em Cuiabá (MT)
Data e hora: 20 de fevereiro de 2022, às 16h (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (FIFA - RS)
Assistentes: Danilo Ricardo Manis (FIFA/SP) e Bruno Raphael Pires (FIFA/GO)
VAR: Daniel Nobre Bins (RS)
Público/Renda: 32.028 presentes / R$ 3.884.100,00

Gols: Nacho Fernández (1-0, 41'/1ºT), Gabi (1-1, 11'/2ºT), Bruno Henrique (18'/2ºT) e Hulk (2-2, 29'/2ºT)
Cartão amarelo: Nathan, Mariano e Jair (CAM); Gabi, João Gomes e David Luiz (FLA)
Cartão vermelho: Não houve.

ATLÉTICO-MG (Técnico: Antonio Mohamed)

Everson; Mariano, Nathan Silva, Godín e Arana; Jair, Allan (Guga, 49'/2ºT) e Nacho Fernández; Savarino (Ademir, 27'/2ºT), Keno (Vargas, 27'/2ºT) e Hulk.

FLAMENGO (Técnico: Paulo Sousa)

Hugo Souza; Rodinei (Matheuzinho,, 37'/2ºT)), Fabrício Bruno, David Luiz e Filipe Luís (Filipe Luís, 37'/2ºT); Willian Arão, João Gomes, Everton Ribeiro (Lázaro, 17'/2ºT) e Arrascaeta (Vitinho,, 37'/2ºT); Bruno Henrique (Diego, 26'/2ºT) e Gabi.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »