MENU

18/03/2021 às 21h12min - Atualizada em 18/03/2021 às 21h12min

Copa do Brasil: Vasco chama a Caldense para seu campo, sofre, mas avança com empate

No sufoco!

ge
globo.com
(Foto: CÉLIO MESSIAS/UAI FOTO/ESTADÃO CONTEÚDO)
Resumão

Em jogo em que se desenhava uma classificação tranquila do Vasco terminou em sofrimento. Com empate por 1 a 1, depois de um bom primeiro tempo, o time de Marcelo Cabo classificou-se à segunda fase da Copa do Brasil. Marquinhos Gabriel, num gol de falta em que contou com a sorte, fez o gol vascaíno. Bruno Oliveira marcou para os donos da casa.

O Vasco enfrenta a Tombense na próxima fase. A classificação rendeu ao clube R$ 675 mil (já havia ganho R$ 560 mil pela participação na rodada inicial).

Fica o alerta para o Vasco, que fez um segundo tempo muito ruim. O maior reflexo disso é que a Caldense finalizou 27 vezes, 22 vezes a mais do que o time de Marcelo Cabo. A equipe carioca chamou os mineiros para o campo de defesa e por pouco não sofreu a virada.

Vasco é melhor no início, apesar de pouco finalizar

O Vasco foi melhor no primeiro tempo e, por isso, saiu na frente. Num gol de sorte, porém merecido.

Na primeira parte da etapa, o time chegou a mais de 70% de posse de bola, mas demorou a finalizar - a primeira saiu aos 19, com Andrey, que quase marcou um golaço.
As jogadas começaram a sair com o estreante Zeca entendendo-se bem com Andrey. No outro lado, MT saía bem e marcava com qualidade.

  • Superior, o Vasco abriu o placar aos 33 minutos. Marquinhos Gabriel cobrou falta, a bola desviou em Lazari e entrou.

    Depois do gol, os cariocas deram uma segurada no ímpeto, e a Caldense passou a atacar mais. Porém não levou perigo para o gol de Lucão em nenhum momento.

  • Vasco dorme no 2º tempo, e a Caldense domina

    O segundo tempo começou com a mesma tônica: muitas finalizações sem perigo da Caldense, e o Vasco indicando de que seria mais certeiro.

    Numa bela jogada de MT, quase Tiago Reis marcou, o goleiro Passarelli fez ótima defesa, e Pec perdeu grande chance no rebote. Depois disso, a Caldense passou a gostar do jogo e a ocupar o campo de defesa do Vasco, que não conseguia sair.

    Com 22 minutos, a Caldense já tinha oito finalizações, e o Vasco apenas duas. E as chegadas do mineiros já tinham algum perigo a mais, porém abusavam dos chutes de fora da área.


    De tanto chamar a Caldense para o seu campo, o Vasco acabou vazado. Bruno Oliveira pegou sobra e bateu no canto esquerdo de Lucão.

    Com uma atuação muito ruim no segundo tempo, o Vasco finalizou três vezes, e a Caldense, 16 (27 no total). Marcelo Cabo errou ao tirar Pec, muito superior a Talles Magno, ainda aos 23 minutos, e o Vasco não construiu mais nada. Sem ritmo, Cano entrou aos 30 minutos do segundo tempo, mas pouco tocou na bola.

    Parecia uma classificação tranquila para o Vasco, mas o jogo se complicou bastante pelo comportamento da equipe, que limitou-se a administrar uma perigosa vantagem. Os vascaínos sofreram em casa até o fim.


    Panorama

    O Vasco volta a campo no domingo, quando faz o clássico com o Botafogo, às 18h, em São Januário, pela quarta rodada do Carioca. A Caldense joga no mesmo dia, às 16h, contra o URT, fora de casa, pela quinta rodada do Mineiro.

     
     
  •  


 

 
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »