MENU

19/06/2022 às 20h14min - Atualizada em 19/06/2022 às 20h14min

Bolsonaro deixa mais de 760 mil famílias em situação de pobreza na fila do Auxílio Brasil

A maioria das famílias na fila do Auxílio Brasil está em situação de pobreza extrema

https://www.brasil247.com/
(Foto: Agência Brasil)
247 - Jair Bolsonaro (PL) aprovou o uso de até R$ 46,4 bilhões em dinheiro público para subsidiar combustíveis, enquanto o governo mantém 699,3 mil famílias em situação de extrema pobreza na fila de espera do programa Auxílio Brasil. Essas famílias sobrevivem com renda mensal de até R$ 105 por pessoa. Outras 65,2 mil famílias em situação de pobreza, com renda mensal de R$ 105,01 a R$ 210 por pessoa, estão habilitadas ao programa, mas não tiveram acesso ao benefício. 

Ao todo, a fila reconhecida pelo Ministério da Cidadania era de 764,5 mil famílias em maio de 2022, de acordo com números publicados neste domingo (19) pelo jornal Folha de S.Paulo, por meio da Lei de Acesso à Informação (LAI).

O programa pagou no mês passado um benefício médio de R$ 409,51. Considerando esse valor e o número de famílias que estão habilitadas, mas à espera do benefício, o custo para zerar a fila atual seria de R$ 1,88 bilhão até o fim de 2022, ou R$ 3,76 bilhões em um ano cheio.

O valor representaria apenas 8,1% do custo do pacote focado em combustíveis, anunciado em 6 de junho por Bolsonaro e seus ministros em coletiva no Palácio do Planalto.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »