MENU

24/02/2022 às 18h34min - Atualizada em 24/02/2022 às 18h34min

Bolsonaro ignora apelos e deixa São Paulo sem falar de Ucrânia

JOELMIR TAVARES
https://www.msn.com/
ReproduçãoBolsonaro ignora a invasão russa; na semana passada, ele esteve no país (Vyacheslav Prokofyev\TASS via Getty Images)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O presidente Jair Bolsonaro (PL) encerrou sua agenda de compromissos em São Paulo nesta quinta-feira (24) sem comentar a guerra na Ucrânia, apesar do pedido de jornalistas para se manifestar. Perfis dele em redes sociais compartilharam mensagem sobre o tema no momento em que o mandatário deixava a segunda atividade no estado, por volta das 16h.

Bolsonaro esteve em São José do Rio Preto e na capital paulista para inaugurações de obras. Ele, que é pré-candidato à reeleição, discursou em ambas as cidades e fez críticas ao comunismo e às gestões do PT no governo federal, sem mencionar o conflito na Europa.

Na segunda atividade, jornalistas acenaram para o presidente e o questionaram sobre a guerra entre Rússia e Ucrânia, enquanto ele abraçava e tirava fotos com apoiadores após sua fala. Bolsonaro ignorou os apelos feitos a distância pelos repórteres, que estavam separados dele por uma grade e não podiam abordá-lo diretamente.

Na mensagem que divulgou em redes sociais, sua primeira e única manifestação sobre o assunto até agora, o presidente evitou comentar o conflito em si e disse apenas estar "totalmente empenhado" em proteger brasileiros na região.

Na semana passada, Bolsonaro fez uma visita ao presidente da Rússia, Vladimir Putin, em Moscou e disse que o Brasil "é solidário" ao país, sem especificar a que aspecto manifestava solidariedade. A postura foi criticada dentro e fora do Brasil, inclusive pelos Estados Unidos.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »