MENU

23/02/2022 às 20h17min - Atualizada em 23/02/2022 às 20h17min

Parlamento da Ucrânia aprova estado de emergência nacional

Autoridades poderão impor toque de recolher e proibir reuniões em massa e greves

Pavel PolityukMaria Tsvetkovada Reuters
https://www.cnnbrasil.com.br/
Soldado ucraniano caminha na região de Svitlodarsk, na Ucrânia. Foto: Anadolu Agency via Getty Images

O parlamento ucraniano aprovou um decreto de estado de emergência em todo o país. Essa medida já estava em vigor em duas regiões ao Leste desde 2014.

O presidente Volodymyr Zelensky propôs a introdução de um estado de emergência nacional na quarta-feira (22), enquanto o país se prepara para uma possível ofensiva militar em larga escala da Rússia.

O estado de emergência entra em vigor à meia-noite (horário local) e terá duração de 30 dias, podendo ser prorrogado por mais 30 dias.

A declaração significa que a Ucrânia pode impor restrições à liberdade de circulação de reservistas recrutados e restrições à distribuição de informações e meios de comunicação, bem como introduzir verificações de documentos pessoais.

Isso também dará às autoridades o direito de impor um toque de recolher e proibir reuniões de massa e greves.

Entenda o conflito

Após meses de escalada militar e intemperança na fronteira com a Ucrânia, a Rússia está aumentando a pressão sobre seu ex-vizinho soviético, ameaçando desestabilizar a Europa e envolver os Estados Unidos.

A Rússia vem reforçando seu controle militar em torno da Ucrânia desde o ano passado, acumulando dezenas de milhares de tropas, equipamentos e artilharia nas portas do país. A mobilização provocou alertas de oficiais de inteligência dos EUA de que uma invasão russa pode ser iminente.

Nas últimas semanas, os esforços diplomáticos para acalmar as tensões não chegaram a uma conclusão. Foi reconhecida pelo presidente russo Vladimir Putin, na segunda-feira (21), a independência de Donetsk e Luhansk, duas áreas separatistas ucranianas.

Mapa da Ucrânia

Mapa da Ucrânia


Mapa da Ucrânia com destaque para as regiões de Donetsk e Luhansk / Foto: Reprodução/CNN Brasil

A escalada no conflito de anos entre a Rússia e a Ucrânia desencadeou a maior crise de segurança no continente desde a Guerra Fria, levantando o espectro de um confronto perigoso entre as potências ocidentais e Moscou.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »