MENU

23/10/2021 às 20h44min - Atualizada em 23/10/2021 às 20h44min

Deputado Inácio Loiola participa de ato contra a pulverização aérea de agrotóxicos em Alagoas

Yela - Diane
https://conectaalagoas.com.br/
Por: Cortesia
O deputado estadual Inácio Loiola (PDT), engenheiro agrônomo, defensor das causas hídricas e do meio ambiente, participou nesta quinta-feira do ato de assinatura do projeto de iniciativa popular que prevê a proibição da pulverização aérea de agrotóxicos no Estado de Alagoas, em frente à Assembleia Legislativa. 

Estavam presentes os trabalhadores e as trabalhadoras e representantes de diversas entidades e instituições:  Articulação Semiáriado Alagoas (ASA), Colegiado Territorial do  Alto Sertão,  Comissão de Produção Orgânica (Cporg), Federação dos Trabalhadores da  Agricultura (Fetag), Rede Mutum de Agroecologia, Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e pela Vida, Articulação Nacional de Agroecologia (ANA) e Associação Brasileira de  Agroecologia (ABA).

O movimento de trabalhadores e pequenos produtores lançado em redes sociais e nos meios de comunicação intitulado ‘Basta Chuva de Venenos! Não à pulverização aérea de agrotóxicos em Alagoas’ tem por  finalidade dar um basta na aplicação aérea de agrotóxico.

O uso de agrotóxicos é intensivo no agronegócio liderado pelo setores sucroenergético e de fruticultura causando risco à saúde humana. Prova disso é  a relação do Estado entre os 13 que possuem a maior frota de aviões agrícolas.

O engenheiro agrônomo Ricardo Ramalho, do Instituto Terra Viva, disse que essa articulação busca a preservação do meio ambiente e a garantia do uso da água e do solo saudáveis para que o produtor rural consiga produzir lavoura de qualidade e orgânica.

 
“Queremos o apoio da sociedade para levar essa iniciativa popular à aprovação pelo Poder Legislativo e Executivo. No Poder Legislativo, temos o deputado estadual Inácio Loiola que é autor do projeto de Agroecologia, que hoje é lei, e, agora, marcha junto conosco ao defender a proposta no plenário do parlamento”.

Inácio Loiola disse que as comunidades precisam conscientizar sobre a necessidade de utilizar a ciência para o aumento da produção agrícola em consonância com a preservação da fauna e da flora. “Uma pauta que sempre defendi desde os tempos de faculdade e mantive levantando a bandeira em defesa do rio São Francisco”.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual melhor candidato?

58.2%
25.4%
16.4%