MENU

28/03/2021 às 21h21min - Atualizada em 28/03/2021 às 21h21min

Vacinação avança nos EUA, e médicos relatam novo surto de Covid-19 no Chile

Da CNN, em São Paulo
https://www.cnnbrasil.com.br/internacional

Menos de dois meses depois da posse, o governo de Joe Biden atingiu, nesta semana, a marca de 100 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 aplicadas na população. O feito é notável, já que até o ano passado os Estados Unidos eram considerados o celeiro da Covid-19, sob uma condução da pandemia que foi alvo de muitas críticas. Agora, ao menos 22% da população americana já receberam a primeira dose da vacina. 

Enquanto isso, os países da América do Sul amargam uma segunda onda violenta da pandemia. O Brasil atingiu a marca de 300 mil mortos pela Covid-19 nesta semana, e os governos do Peru e Venezuela atribuem o aumento de casos em seus países à variante brasileira de Manaus, a P1. Já o Chile, que tem uma das vacinações mais aceleradas do mundo, vive um aumento repentino de casos depois do relaxamento das medidas de isolamento. 

 

Neste episódio do CNN Mundo, Lourival Sant’Anna ouve o relato dos médicos Julio Bretas e João França, que trabalham em Santiago, no Chile. Eles relatam a rotina dos profissionais de saúde em meio à segunda onda da Covid-19 no país e falam sobre o aumento de casos a despeito da vacinação bem-sucedida. No episódio, você ouve também informações sobre o recuo de Angela Merkel no lockdown na Alemanha, a suspensão da exportação de vacinas na Índia e as negociações da vice-presidente da Argentina, Cristina Kirchner, com o Fundo Monetário Internacional. Ouça também sobre as sanções impostas a quatro autoridades chinesas pela União Europeia, que pela primeira vez em 30 anos posicionou-se a respeito da violação de direitos humanos contra a minoria muçulmana uigur na China.

Vale a pena!

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »