MENU

11/08/2021 às 22h16min - Atualizada em 11/08/2021 às 22h16min

De volta ao Corinthians após mais de cinco anos, Renato Augusto se vê melhor do que quando saiu

Meia deixou o Timão em 2015, com três títulos conquistados, mas, em seu retorno, evita se colocar como 'Salvador da Pátria': 'Precisa potencializar o cara ao seu lado'

Parceria Lance & IstoÉ
https://istoe.com.br/
gol contra o São Paulo
Apresentado oficialmente pelo Corinthians nesta quarta-feira (11), o meia Renato Augusto retorna ao clube cinco anos e meio após a sua saída, no fim de 2015. No entanto, mesmo com a idade mais avançada, o jogador acredita que está melhor do à época da sua despedida.
 

“Sou muito crítico, não gosto de falar para o lado bom. Hoje, vejo o jogo de uma forma um pouco diferente. Joguei em outras funções, tive outras funções. Carregar o clube, fazer o time jogar. Mas eu acredito que eu esteja melhor do que quando eu sai. Vou precisar de tempo para jogar, apesar de saber que é imediado por aqui. Creio que possa ajudar”, disse o atleta, que voltará a vestir a camisa 8 do Timão.

“Tinha possibilidade de outro número, mas nasci em 8 de fevereiro de 1988, conversei com diretoria, todos tiveram opinião parecida com a minha”, justificou Renato.

Peça importante de um período vitorioso do Corinthians, Renato Augusto foi o protagonista do título brasileiro do clube, em 2015, no qual foi eleito o craque da competição.

Hoje, o momento corintiano é completamente diferente. A equipe tem oscilado, tanto em relação a resultados, quanto nas atuações, estando carente por jogadores para assumirem a responsabilidade.

Mesmo já tendo identificação com o Timão e possuindo atributos técnicos e até mesmo de liderança e experiência, o camisa 8 não se coloca como ‘Salvador da Pátria’ no Parque São Jorge.

“Realmente, não existe salvador da pátria. Precisa potencializar o cara do seu lado, é esse auxílio que a gente precisa. Ninguém vai chegar aqui do nada. Criar um grupo bom, se ajudar realmente. O grupo tem um clima bom”, destacou Renato Augusto.
Além do título brasileiro, Renato esteve presente no elenco campeão paulista e da Recopa Sul-Americana em 2013, contra o São Paulo, justamente a primeira temporada do jogador pelo Corinthians. E foi o gol da vitória no primeiro jogo do torneio continental, diante do Tricolor, no Morumbi, que o atleta ressaltou como a ‘imagem’ da sua primeira passagem pelo Timão.

“Gol contra o São Paulo na Recopa, por ser clássico, valer título. Não preciso nem dizer o quão grande foi aquela disputa. Mas o Brasileiro de 2015, desfrutamos, curtimos o jogo em si. Sem a bola, a gente marcava com vontade. Com certeza, foi o título mais marcante”, pontuou o novo reforço corintiano.

Em duas temporadas pelo Corinthians, na sua primeira passagem, Renato Augusto disputou 127 jogos e marcou 15 gols.

Já nos cinco anos atuando no futebol chinês, onde defendeu o Beijing Guoan, o meia atuou 136 vezes, participando diretamente de 76 tentos da sua equipe (38 gols e 38 assistências).

 
 
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »