MENU

21/03/2021 às 22h26min - Atualizada em 21/03/2021 às 22h26min

Agreste: Com hospitais lotados, arapiraquenses insistem em festas clandestinas

Sem noção.....

Redação com Já é Notícia
https://www.cadaminuto.com.b
Foto: Assessoria

O índice de mortes, a taxa de transmissibilidade e de contagio na cidade de Arapiraca não impediram com que jovens realizassem na madrugada deste domingo (21), a festa, nominada de Baile da Santinha que havia sido marcada com antecedência, mas só os 'convidados' tomaram conhecimento de onde ela ocorreria. 

Em um dos vídeos postados nas redes sociais do cantor do evento, foi possível notar que o evento clandestino ocorreu em uma chácara. Apesar da denúncia para a polícia, os agentes do 3º Batalhão da PM não conseguiram localizar o endereço da chácara.

O baile da Santinha, divulgado sem nenhum pudor ou culpa nas redes sociais de participantes e do cantor do evento, contou com muita bebedeira, nenhuma regra de distanciamento social e nenhuma proteção contra o vírus.

A festa clandestina ocorreu no dia em que o estado de Alagoas registrou 1.007 casos positivos de coronavírus e 22 duas novas mortes por covid-19.

Em Arapiraca, no sábado foi registrado o óbito de uma pessoa e confirmado mais 138 casos positivos do vírus. Do início da pandemia até o momento, a Capital do Agreste perdeu 336 pessoas vítimas do covid-19.

Devido ao número de mortes, casos positivos e superlotação hospitalar, todo Estado está na fase vermelha do distanciamento social. Apesar de todos esses dados e das restrições da fase vermelha, os eventos clandestinos em todo Estado ocorrem às margens da lei, burlando regras e colocando mais alagoanos em risco.

*Com informações de Já é Notícia


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »