MENU

28/07/2021 às 20h30min - Atualizada em 28/07/2021 às 20h30min

Bancário que matou duas pessoas em acidente na Fernandes Lima será levado a júri popular por homicídio doloso

Alícia Flores*
https://www.cadaminuto.com.br/
Acidente na Av. Fernandes Lima / Foto: Cortesia

O bancário que matou duas pessoas e deixou uma gravemente ferida, após um acidente na Av. Fernandes Lima, na última sexta-feira (23), irá responder por homicídio doloso e será levado a júri popular. 

O advogado Napoleão Lima Júnior, que representa a família do vigilante Pedro Souza, uma das vítimas fatais do acidente, confirmou ao CadaMinuto, na tarde de hoje (28), que o homem será acusado por homicídio doloso, quando há intenção de matar.

Ele falou que o acusado também responderá pelo dolo eventual, quando se assume o risco do resultado.

“Ele assumiu o risco do resultado porque ele fez ingestão de bebida alcoólica, pegou de forma consciente a contramão de direção na avenida mais movimentada da capital e, o pior de tudo, com excesso de velocidade”, disse o advogado.

Napoleão explicou que antes, como o acusado havia sido enquadrado pelo crime culposo, “a pena era irrisória”, de dois a oito anos de prisão. Já no caso do homicídio doloso, a pena pode chegar a até 30 anos de cadeia.

O acusado continua no sistema prisional e o processo foi distribuído hoje. A previsão, segundo o advogado, é que na próxima semana o Ministério Público Estadual ofereça denúncia e o acusado receba a intimação.

“Ele vai responder a acusação, o juiz vai iniciar a audiência de instrução e vai ser aberto um prazo de alegações finais da acusação e da defesa e, por fim, o juiz chega na sentença de pronúncia”, explicou o advogado, acrescentando que, após este processo, o acusado será levado a júri popular.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »