MENU

09/07/2021 às 20h59min - Atualizada em 09/07/2021 às 20h59min

Alagoas registra menores índices criminais da última década no 1º semestre de 2021

COMBATE À VIOLÊNCIA

Agência Alagoas
http://www.agenciaalagoas.al.gov.br/

Alagoas registrou os menores índices criminais dos últimos dez anos no primeiro semestre de 2021. Os números que comprovam o avanço do Estado no combate à violência foram apresentados pelo governador Renan Filho e pelo secretário de Segurança Pública, Alfredo Gaspar, durante coletiva de imprensa realizada nesta sexta-feira (9).

Os resultados são positivos – e em alguns casos inéditos – nos principais indicadores, como a redução de Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLI), de roubo veículos (carros e motos) e de assaltos em transporte coletivo urbano, além do aumento da apreensão de armas e drogas.

Nos Crimes Violentos Letais e Intencionais, a redução foi de 51,9% entre 2012 e 2021. É maior aferida por um estado brasileiro no período. Já na comparação com o ano passado, a queda foi de 18,5%.



Por: Márcio Ferreira

Os dados também apontam estatísticas do mês de junho em relação anos anteriores – tanto para o estado quanto para a capital. Neste caso, a redução de CVLI foi de 17,3% (86 crimes) em Alagoas e de 33,3% (17 crimes) em Maceió. Ambos representam o menor quantitativo da série histórica para o mês de junho.

“Estamos caminhando para termos o melhor ano de todos os anos em nosso governo. Estamos chegando ao sétimo ano com resultados sucessivos de melhoras”, comemorou o governador Renan Filho. “Tivemos um grande resultado no mês de junho. Foram 86 homicídios em Alagoas. É um número muito baixo num estado que já chegou a ter 250 homicídios por mês. Ou seja, é 1/3 do que já chegou a ser. Em Maceió, foram 468 homicídios no primeiro semestre de 2012 contra 159 em 2021. Uma redução de 66%”, avaliou Renan Filho.

Outra queda acentuada ocorreu nos roubos em transporte coletivo urbano, com apenas 21 ocorrências no primeiro semestre. O número representa redução de 44,7% na comparação com 2020, e é muito inferior aos 652 assaltos registrados no primeiro semestre de 2014.



Por: Márcio Ferreira

Ainda em relação ao primeiro semestre do ano passado, enquanto as ocorrências de roubos de carros sofreram decréscimo de 20,9% e de motos 7,7%, as apreensões de armas (19,9%) e de drogas (172%) aumentaram em todo o estado. E assim como ocorre há dois anos, não houve em Alagoas registro de crime contra instituição financeira no primeiro semestre de 2021.

“Quando o governador assumiu, Alagoas era o estado mais violento da nação havia dez anos e Maceió era a quinta cidade mais violenta do mundo”, lembrou o secretário de Segurança Pública, Alfredo Gaspar. “O Brasil passou alguns desses anos em crescimento absoluto de homicídios e Alagoas fez o caminho inverso e salvou milhares de vidas”, acrescentou o gestor.

Os atuais indicadores resultam dos esforços e das estratégias adotadas pelo Governo de Alagoas no intuito de garantir mais segurança à população. “Mais investimentos, mais contratações, mais presença nas ruas e motivação em alta. Isso significa sempre melhores resultados”, ponderou Renan Filho.

O chefe do Executivo também citou o conjunto de realizações promovidas em sua gestão entre os motivos do bom desempenho, como a construção dos Centros Integrados de Segurança Pública, a implantação de programas como o Ronda nos Bairros e aquisição de veículos blindados e de armas mais potentes e modernas. “Integração, transparência, investimento, valorização da prata da casa e trabalho duro diário. A gente fez o que deveria ser feito”, finalizou o governador.


Por: Márcio Ferreira




 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »