MENU

28/02/2021 às 16h10min - Atualizada em 28/02/2021 às 16h10min

Cuidado de ex-presidente da Petrobras com coronavírus enfureceu Bolsonaro

EPIS da discórdia.

- Fonte: Colaboradores Yahoo Noticias
Fonte: yahoo!noticias
Photo by EVARISTO SA / AFP


Demitido da presidência da Petrobras no dia 19, Roberto Castello Branco enfureceu o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) durante encontro realizado duas semanas antes do anúncio oficial.

Segundo o jornal O Globo, que publicou os bastidores da reunião, Bolsonaro já estava incomodado com Castello Branco, porém perdeu a paciência mais ao vê-lo tomando os cuidados necessários para evitar o contágio por coronavírus.

O então chefe da Petrobras, de 76 anos e, portanto, pertencente ao grupo de risco para Covid-19, entrou e permaneceu no gabinete presidencial usando máscara N95 e óculos de proteção. Cumprimentou a todos, mas não com aperto de mãos e abraços, como fez os outros presentes na reunião.

Também participaram do encontro, marcado para que Castello Branco explicasse a razão dos reajustes do diesel, os ministros Paulo Guedes (Economia), Tarcísio de Freitas (Infraestrutura), Braga Netto (Casa Civil) e Bento Albuquerque (Minas e Energia).

Apenas Guedes usava máscara, mas a tirava ao falar, ao contrário do presidente da Petrobras. Na reunião, informa O Globo, chegaram a perguntar a Castello Branco por que ele fora “vestido de astronauta”.

O general do Exército Joaquim Silva e Luna é o candidato de Bolsonaro para ocupar a vaga de presidência da Petrobras após a demissão de Castello Branco, movimento que gerou queda nas ações da empresa na bolsa de valores.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual melhor candidato?

58.2%
25.4%
16.4%