MENU

29/04/2022 às 19h33min - Atualizada em 29/04/2022 às 19h33min

Educação promove oficina voltada para Coordenadores pedagógicos, assistentes sociais e psicólogos das escolas do 6° ao 9° anos

Possibilitando a prevenção, promoção e atenção à saúde integral do adolescente.

Arthur Vieira (estagiário)/Ascom Semed
https://maceio.al.gov.br/
Oficina faz parte das ações do programa dignidade menstrual

Será realizado na próxima terça-feira (3), no auditório Paulo Freire, localizado no prédio da Secretária Municipal de Educação (Semed), uma oficina pedagógica com o tema 'O adolescente e o cuidado com a saúde: a caderneta do adolescente como ferramenta de promoção em saúde', que vai ser ministrada pela coordenadora de Programas e Projetos Educacionais, Kátia Lessa.

A Caderneta de Saúde do Adolescente é uma importante ferramenta de comunicação, vigilância e prevenção à saúde. Contempla a faixa etária de 10 a 19 anos, em duas versões: a masculina e a feminina. Foi criada em 2008, pelo Ministério da Saúde, com a participação de diversos profissionais de todo o Brasil, para que pudessem orientar profissionais que trabalham com esse segmento populacional, famílias e os próprios adolescentes sobre as principais questões pertinentes à adolescência.

As oficinas, realizadas pelas assistentes sociais do Programa de Atenção à Saúde Integral do Adolescente, proporcionarão momentos de reflexão e aprofundamento sobre as principais questões referentes ao adolescer e a importância da caderneta enquanto ferramenta de promoção em saúde e prevenção de doenças.

“Nas oficinas, abordaremos sobre os estigmas e preconceitos relacionados à adolescência, sobre a importância da caderneta de saúde do adolescente como instrumento de promoção em saúde e as estratégias para ser utilizada nas escolas e a sensibilização dos pais quanto ao seu uso, bem como sobre os dados epidemiológicos referentes à situação da assistência à saúde do adolescente”, disse a coordenadora do Programa de Atenção à Saúde Integral do Adolescente, Tereza Carvalho.


Coordenadora do Programa de Atenção à Saúde Integral do Adolescente, Tereza Carvalho. Foto: cortesia.

“Esperamos poder contribuir para uma maior reflexão dos profissionais da educação sobre a adolescência e seus desafios e a importância da utilização da caderneta de saúde do adolescente como instrumento destinado às ações de prevenção de doenças, promoção e atenção à saúde integral do adolescente”, concluiu a coordenadora.

A coordenadora de Programas e Projetos Educacionais, Kátia Lessa, explica como funcionará a oficina pedagógica. “A princípio teremos oficinas com as psicólogas, assistentes sociais e coordenadores das escolas, voltadas para as adolescentes”, afirmou.


Coordenadora de Programas e Projetos Educacionais, Kátia Lessa. Foto Semed.

"É importante reforçar as informações a partir da conversa, quebrando assim tabus e retirando dúvidas das estudantes. Pensamos também em uma ação educativa, não apenas entregando os absorventes, teremos oficinas voltadas para as mulheres, sempre nesse formato educativo, de informação”, finalizou Kátia Lessa.

A oficina faz parte das ações do programa dignidade menstrual, lançado em março desse ano pelo Prefeito JHC. O programa realiza a distribuição gratuita de absorventes higiênicos para as estudantes de 10 a 50 anos da rede municipal de ensino. A iniciativa contempla mais de 12 mil alunas.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »