MENU

28/02/2022 às 19h11min - Atualizada em 28/02/2022 às 19h11min

Boletim confirma mais 637 casos e oito mortes por Covid-19 em Alagoas

Vírus maldito

Ascom Sesau
https://www.tnh1.com.br/
Reprodução

O Boletim Epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), desta segunda (28), confirma 637 casos de Covid-19 em Alagoas. Dessa forma, o Estado tem um total de 291.539 casos confirmados do novo coronavírus até o momento, dos quais 1.435 estão em isolamento domiciliar. Outros 283.106 pacientes já finalizaram o período de isolamento, não apresentam mais sintomas e, portanto, estão recuperados da doença. Há 2.522 casos em investigação epidemiológica. Foram registradas oito mortes por Covid-19 em território alagoano. Com isso, Alagoas tem 6.684 óbitos por Covid-19.

Os casos confirmados de pessoas com a Covid-19 estão distribuídos nos 102 municípios alagoanos. Em relação ao quadro total de óbitos em Alagoas, estão confirmados 6.684 óbitos por Covid-19, mas, oito deles, eram de pessoas residentes em Pernambuco, São Paulo, Santa Catarina e Bahia, tendo como vítimas seis homens e duas mulheres. Dos 6.676 óbitos de pessoas residentes em Alagoas, 3.675 eram do sexo masculino e 3.001 do sexo feminino. Eram 2.965 pessoas que residiam em Maceió e as outras 3.711 moravam no interior do Estado, segundo o Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (Cievs), da Sesau.

Para ter acesso ao boletim epidemiológico, basta clicar aqui para baixar os dados da Covid-19.

Óbitos – No boletim desta segunda (28), mais oito mortes foram confirmadas, laboratorialmente, por causa do novo coronavírus, sendo seis vítimas da capital alagoana e duas do interior do Estado. As vítimas de Maceió eram um homem de 78 anos e cinco mulheres de 89, 84, 77, 90 e 78. O homem de 78 anos era hipertenso, tinha diabetes e morreu no Hospital da Mulher (HM), em Maceió; a mulher de 89 anos tinha doença cardiovascular e morreu em seu domicílio; a mulher de 84 anos não tinha comorbidades e morreu em seu domicílio, em Maceió; a mulher de 77 anos era hipertensa, tinha diabetes e morreu no Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió; a mulher de 90 anos tinha doença cardiovascular, doença neurológica crônica e morreu no Hospital do Coração, em Maceió; a mulher de 78 anos tinha doença cardiovascular e morrei no Hospital Memorial Arthur Ramos.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »