MENU

10/02/2022 às 12h58min - Atualizada em 10/02/2022 às 12h58min

Entre livros mais vendidos do país: Biografia de Lula é atirada contra vendedores por cliente em livraria de SP

Sem limites

Yahoo Notícias
https://br.noticias.yahoo.com/
Biografia do ex-presidente Lula foi escrita pelo jornalista Fernado Morais. Foto: REUTERS/Carla Carniel.

 

  • Caso aconteceu em unidade da Livraria da Vila
  • Mulher derrubou pilha e exemplares

  • Biografia de Lula está entre livros mais vendidos do país

Uma cliente da Livraria da Vila no Shopping Morumbi, em São Paulo, criou uma cena ao ver que o local vendia exemplares da biografia do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). A mulher derrubou uma pilha de livros e chegou a jogar alguns contra funcionários, perguntando se não tinham "vergonha de vender esse lixo".

O caso ocorreu em novembro de 2021, mas só ficou conhecido pelo autor, o jornalista Fernando Morais, nesta semana. A Livraria da Vila confirmou o episódio ao jornal Folha de S. Paulo, que informou que uma cena semelhante aconteceu na unidade de Campinas, no interior do estado.

"Em vez de destruir os livros, eu prefiro que as pessoas primeiro comprem, paguem e depois incendeiem. Acho mais justo [com os vendedores]. Pode comprar dois, dez, até cem e fazer uma fogueira", afirma Morais. "Eu até prefiro que [a pessoa] leia para aprender um pouquinho da história do Brasil”, disse o autor ao jornal.

Segundo o jornalista, a demanda pelo livro segue alta e as vendas devem bater a marca de 100 mil exemplares em breve.

De acordo com um levantamento realizado pela plataforma Nielsen Bookscan em parceria com o site Publish News, a biografia do ex-presidente é o 6º livro de não-ficção mais vendido no Brasil.

O mesmo levantamento mostrou que a publicação supera - em muito - as vendas da biografia do ex-juiz Sergio Moro (Podemos), que aparece em 16º lugar da lista.

A Livraria da Vila afirmou que a bibliodiversidade faz parte da filosofia da empresa. "A Livraria da Vila é um espaço plural e democrático, vendemos livros de vários campos ideológicos e posicionamentos políticos diversos", disse em nota. "Esperamos que os clientes percebam a Livraria como um espaço de conhecimento, sem ataques ou cenas de violência à equipe ou bens materiais".


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »