MENU

09/02/2022 às 19h03min - Atualizada em 09/02/2022 às 19h03min

Educação inicia semana pedagógica 2022 com foco na saúde emocional do professor

Evento foi realizado no Centro de Convenções de Maceió e contou com a presença da comunidade escolar

Julita Bittencourt (estagiária)/Ascom Semed
https://maceio.al.gov.br/
Palestra on-line da doutora Camila Cury abordou a educação socioemocional. Foto: Pedro Farias/Ascom Semed
Centenas de professoras, diretoras e coordenadoras da rede pública municipal de ensino marcaram presença na abertura da semana pedagógica para o ano letivo de 2022. O evento foi realizado no Centro de Convenções, em Jaraguá, nesta quarta-feira (9). Com o tema “Educação de Maceió: superando os desafios e (re)acendendo sonhos”, a iniciativa vai nortear os trabalhos dos profissionais de educação durante o período letivo deste ano.
Palestra on-line da doutora Camila Cury abordou a educação socioemocional. Foto: Pedro Farias/Ascom Semed

Palestra on-line da doutora Camila Cury abordou a educação socioemocional. Foto: Pedro Farias/Ascom Semed


Palestra on-line da doutora Camila Cury abordou a educação socioemocional. Foto: Pedro Farias/Ascom Semed


O ciclo de palestras foi aberto pela psicóloga, educadora e presidente fundadora da Escola da Inteligência, Camila Cury. Dos Estados Unidos, ela abordou o tema "A educação socioemocional e a formação de mentes brilhantes" na live transmitida para os participantes.

A especialista trouxe reflexões sobre os desafios diários dos professores em desenvolver capacidades emocionais, sobretudo nos próprios alunos. Ela destacou, no final da conferência, a forma em que a Educação Municipal tem levado a sério a saúde emocional dos profissionais envolvidos com o processo ensino-aprendizagem.

Palestrantes Rodrigo Bueno, Thanguy Friço e Patrícia Friço. Fotos: Pedro Farias/Ascom Semed

Em seguida, subiram ao palco o mestre, pesquisador e formador de professores, Rodrigo Bueno, que falou sobre a saúde emocional do educador com reflexões sobre estímulos emocionais, sobre estratégias trágicas para lidar com os próprios problemas e dos alunos e enfatizou a importância do papel da temática para a quebra de tabus que envolvem à saúde emocional do professor.

Para finalizar o ciclo de palestras pela manhã, os médicos e escritores, Thanguy Friço e Patrícia Friço, abordaram a nova realidade da saúde dos professores pós-pandemia. Ambos escreveram o livro "Pais saudáveis, filhos saudáveis.

Secretário Municipal de Educação, Elder Maia. Fotos: Pedro Farias/Ascom Semed

o secretário Municipal de Educação, professor Elder Maia, destacou a importância das temáticas abordadas na semana pedagógica.

"Fazia muito tempo que eu não assistia a uma aula. Hoje saio daqui com um novo estímulo e aprendizado. A doutora Camila Cury traduziu de uma maneira muito capaz o que eu já intuía. A missão de vocês, professores de Ensino Fundamental, é muito espinhosa, então é muito mais necessário falar sobre saúde emocional e das implicações e síndromes socioemocionais", revelou.

Secretária adjunta, Emília Caldas, e diretora de gestão educacional, Tânia Almeida. Fotos: Pedro Farias/Ascom Semed

A secretária adjunta de Educação, Emília Caldas, agradeceu aos palestrantes e falou sobre a importância desta formação, diante de um novo recomeço.

"Esse momento nós fizemos especialmente para os nosso professores, esteja ele na função de coordenador, gestor ou na sala de aula. Como bem Camila Cury falou, nós educadores precisamos estar saudáveis para poder dar o nosso melhor para esse aluno que vem de uma situação vulnerável e que, na maioria das vezes, tem o professor como referência", enfatizou.

Tânia Almeida também destacou a importância desse novo caminhar para a docência. "Agradecemos a todos vocês, diretoras, coordenadoras e professoras, que atenderam ao nosso chamado. Como a doutora Camila Cury pontuou, precisamos fazer o nosso recaminho, mudando o foco diante de tudo que estamos vivendo, para que possamos mudar a qualidade de vida nossa e dos nossos alunos", salientou a diretora de gestão educacional.

Professoras da rede municipal, Ana Paula e Sandra Vilela. Fotos: Mauro Fabiani/Ascom Semed

Ana Paula é coordenadora do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Maria José de Oliveira, que fica no Benedito Bentes. "Considerando o contexto que a gente vem vivenciando há alguns anos e até na nossa profissão, o tema foi de fundamental importância. Pra cuidar, eu preciso me cuidar, principalmente quando se trabalha na Educação Infantil", disse.

A professora, Sandra Vilela, trabalha na Escola Municipal Pedro Suruagy, localizada no Tabuleiro dos Martins. Ela contou que se sentiu mais motivada ao participar do evento. "Ganhamos um certo empurrãozinho para as possibilidade de acolher nosso alunos e até com os pais que ainda estão incertos sobre a situação", pontuou.

No período da tarde, os participantes assistiram a uma live com a pesquisadora da área de educação, Bernardete Gatti, com a temática “Desafios impostos pela pandemia para a formação dos/as profissionais da educação”, transmitida desde às 15h, no canal do YouTube da Secretaria Municipal de Educação.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »