MENU

03/02/2022 às 20h26min - Atualizada em 03/02/2022 às 20h26min

Saúde, Turismo e Secretaria da Mulher discutem parceria para projeto Praia Acessível

Projeto atua para ampliar a prática do lazer acessível e inclusivo para pessoas com deficiência em Maceió

Marília Ferreira/Ascom SMS
https://maceio.al.gov.br/
Secretarias discutiram projeto sobre importância de promover acessibilidade na capital. Foto: Ascom SMS

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e o Gabinete de Políticas Públicas para as Mulheres estiveram reunidos com a Secretaria Municipal de Turismo, Esporte e Lazer (Semtel), nesta quinta-feira (3), para discutir a parceria entre as pastas para execução das ações do projeto “Praia Acessível”. Coordenado pela Semtel, a ação tem o objetivo de ampliar a prática do lazer acessível em Maceió.

Programação

A primeira edição de 2022 do Praia Acessível acontecerá no dia 19 de fevereiro, das 7h30 às 11h30, na praia de Pajuçara. As próximas edições do projeto acontecerão no dia 19 de março e 2 de abril, também no mesmo local e horário.

O projeto

Com atividades desde 2015, o Projeto Praia Acessível é uma ação de desporto adaptada voltado ao lazer de pessoas com deficiência e familiares. O principal objetivo é garantir o banho de mar adaptado. A programação inclui uma série de atividades, levando momentos de descontração e diversão aos participantes, em uma ação mensal nas manhãs de sábado.


Reunião discute projeto Praia Acessível. Fotos: Ascom SMS

Segundo a secretária de Saúde de Maceió, Célia Fernandes, o Praia Acessível é um projeto fundamental para disseminar a inclusão. “É um projeto encantador, que traz inclusão social e promove acessibilidade às pessoas com deficiência. Nós, da gestão JHC, temos a missão de cuidar das pessoas e ter um olhar diferenciado para causas tão importantes como esta”, enfatizou.

Célia Fernandes, secretária de Saúde de Maceió, destacou a importância de promover a inclusão por meio do Praia Acessível. Foto: Ascom SMS

Célia Fernandes, secretária de Saúde de Maceió, destacou a importância de promover a inclusão por meio do Praia Acessível. Foto: Ascom SMS


Célia Fernandes, secretária de Saúde de Maceió, destacou a importância de promover a inclusão por meio do Praia Acessível. Foto: Ascom SMS

“Eu já conheço o Praia Acessível de outras iniciativas, é um projeto lindo e necessário. É importante que façamos esse alinhamento e firmemos parceria entre as Secretarias porque se trata de um projeto muito importante, que visa a inclusão deste público. Uma política de nossa gestão é termos uma cidade acessível, uma cidade para todos”, reforçou a secretária adjunta de Governança, Giselle Mascarenhas.

Para o diretor técnico e coordenador do Projeto Praia Acessível, João de Barros, a iniciativa fomenta os direitos das pessoas com deficiência.

“É um projeto muito importante porque promove os direitos das pessoas com deficiência. Toda pessoa tem o direito de vivenciar um momento de lazer em um ambiente natural como a praia e a Prefeitura de Maceió dá todo o suporte para atender este público e levar acessibilidade. Então, estamos aqui buscando fazer essa interação entre as secretarias municipais para que possamos levar um serviço de qualidade a este público”, comentou.

A reunião contou com a presença da secretária de Saúde Maceió, Célia Fernandes; secretária adjunta de Governança, Giselle Mascarenhas; secretária adjunta de Gestão em Saúde, Roberta Borges; secretária da Mulher, Ana Paula Mendes; coordenador do Projeto Praia Acessível, João de Barros; coordenadora da Diretoria de Atenção à Pessoa com Deficiência da SMS, Tereza Cristina; e da enfermeira e técnica da Coordenação Geral de Atenção Primária da SMS, Rosário Vasconcelos.

Praia Acessível está previsto para acontecer no dia 19 de fevereiro. Foto: Ascom SMS

Praia Acessível está previsto para acontecer no dia 19 de fevereiro. Foto: Ascom SMS


Praia Acessível está previsto para acontecer no dia 19 de fevereiro. Foto: Ascom SMS

“Precisamos levantar esta causa tão nobre que é a das pessoas com deficiência. Nosso papel é criar políticas públicas que deem visibilidade a estas pessoas, pois precisamos espalhar a inclusão social em nossa cidade”, disse a secretária da Mulher, Ana Paula Mendes.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »