MENU

11/11/2021 às 08h58min - Atualizada em 11/11/2021 às 08h58min

Novembro Azul promove ações de proteção à saúde do homem em Maceió

Programação inclui ações de prevenção como palestras educativas, atendimento médico e oferta de exames

Polyanna Monteiro/Ascom SMS
http://www.maceio.al.gov.br/
Por: Divulgação
A Secretaria de Saúde de Maceió (SMS) mobiliza as unidades de saúde para as ações da campanha Novembro Azul, destinada à conscientização da população para a saúde do homem, com ênfase na prevenção, detecção e cuidado do câncer de próstata. No decorrer do mês, serão promovidas atividades como palestras, entrega de material educativo em semáforos da cidade, realização de exames e atendimento médico. Além disso, Maceió ofertará, entre 22 e 26 de novembro, atendimento exclusivo para o público masculino no horário das 17h às 21h em oito unidades de saúde da capital.

Confira programação aqui.

http://www.maceio.al.gov.br/wp-content/uploads/2021/11/pdf/2021/11/Novembro-Azul.pdf


A técnica responsável pelo Programa Saúde do Homem na Secretaria de Saúde de Maceió, Camila Calaça afirma que a procura do público por atendimento e realização de exames nas unidades de Maceió foi reduzida durante a pandemia, sendo esse mais um importante motivo para as ações do Novembro Azul.

“O homem também deve olhar com carinho para a própria saúde. É preciso incluir a prevenção na sua rotina, tanto para diminuir o risco de doenças, como para aumentar as chances de cura por meio do diagnóstico precoce”, ressalta.

A campanha

O Novembro Azul é um movimento mundial criado com a finalidade de alertar a sociedade sobre a importância da prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata.

Segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), dentre os fatores associados ao desenvolvimento da doença estão o estilo de vida, a idade avançada, hereditariedade, obesidade e exposição a componentes como fuligem, arsênio e produtos derivados de petróleo.

Maceió tem 160.727 homens dentro da faixa etária de 40 a mais de 80 anos – idades que apresentam maiores índices da doença. Destes, em média 15% são diagnosticados com câncer de próstata anualmente.

 

Polyanna Monteiro/Ascom SMS


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual melhor candidato?

58.2%
25.4%
16.4%