MENU

01/11/2021 às 11h31min - Atualizada em 01/11/2021 às 11h31min

Mais de 50 animais têm novo lar com Feira de Adoção da Prefeitura

Realizada todos os domingos pela Unidade de Vigilância de Zoonoses, a feira conta com parceria de ONGs que atuam na proteção ao bem-estar animal

Ascom SMS
http://www.maceio.al.gov.br/
Animais que haviam sido acolhidos pela ONG Pata Amada foram adotados no domingo (31). Fotos: Ascom SMS
A Feira de Adoção promovida pela Unidade de Vigilância de Zoonoses (UVZ) encerrou a quarta edição com a garantia de cuidado e proteção para mais sete animais que haviam sido acolhidos pelo grupo Pata Amada, Organização Não Governamental que atua na proteção animal. Desde o dia 10 de outubro, quando foi aberta, a Feira garantiu acolhimento familiar para 52 animais. A ação deste domingo (31) ocorreu dentro do projeto Rua Aberta, na Avenida Silvio Carlos Viana, na orla de Ponta verde.

Animais que haviam sido acolhidos pela ONG Pata Amada foram adotados no domingo (31). Fotos: Ascom SMS

 
A parceria com as entidades que acolhem animais é mais uma iniciativa da UVZ e deve ser ampliada para fortalecer o trabalho de sensibilização da população para o cuidado e a adoção responsável de cães e gatos.

Fotos: Ascom SMS


O coordenador da UVZ, Marcos Vasconcellos (esq.), afirma que a parceria com as ONGs deve ser ampliado. Foto: Ascom SMS
“A parceria com as ONGs fortalece o trabalho que a Prefeitura está desenvolvendo de suporte para entidades, que executam trabalho social relevante dentro da causa animal. A UVZ oferece os cuidados clínicos além da estrutura para o transporte adequado, gaiolas, veículos e veterinários”, informa o coordenador geral da UVZ, Marcos Vasconcellos.

Animais que haviam sido acolhidos pela ONG Pata Amada foram adotados no domingo (31). Fotos: Ascom SMS

“Essa iniciativa da Prefeitura, juntamente com as entidades que acolhem animais, é muito importante no sentido de dar maior credibilidade aos eventos e também de dar esse suporte importante aos animais de rua. A iniciativa junto à Unidade de Zoonoses faz com que menos sofrimento aconteça e que mais animais encontrem suas famílias, que é o nosso maior objetivo”, destaca a presidente do grupo Pata Amada, Mylene Leite.

Os animais que são disponibilizados para a adoção passam por avaliação médico-veterinária e os adultos já vão castrados, vacinados, vermifugados e testados para leishmaniose. A UVZ esclarece que os filhotes são avaliados para posterior vacinação e castração, que podem ser feitas na própria Unidade quando o animal completar a idade adequada.


Fotos: Ascom SMS

“A UVZ se compromete com os adotantes de filhotes para que, chegado o período, venham fazer os procedimentos no seu pet em nossa unidade, conforme a situação do animal adotado. A vacina antirrábica deve ser aplicada em felinos a partir dos três meses de idade; a castração varia conforme o sexo do animal, podendo as fêmeas a partir dos cinco meses e o macho,s com seis meses de idade. Cadelas são castradas depois do primeiro cio, geralmente após os cinco meses, e o cão macho, depois dos seis meses. O teste de leishmaniose é feito a partir dos três meses de idade”, explica o coordenador da UVZ, Marcos Vasconcellos.

Adoção responsável

Ao adotar, a pessoa responsável pelo animal recebe orientação sobre os cuidados adequados e assina um termo de responsabilidade. É necessário comprovar ser maior de 18 anos e apresentar comprovante de residência. Além disso, o animal também recebe um chip que será registrado para monitoramento e responsabilização em caso de abandono.


Fotos: Ascom SMS

A feira ocorre todos os domingos no espaço destinado ao projeto Na Orla É Massa, em Ponta Verde, na altura do Palato Praia.

Quem não puder ir ao local pode se dirigir à sede da UVZ, que funciona de segunda a domingo, das 8h às 17h, e fica no Loteamento Palmares, quadra 03, s/n, Cidade Universitária. Telefone: 3312-5576.

 

Ascom SMS


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual melhor candidato?

58.2%
25.4%
16.4%