MENU

03/08/2021 às 20h15min - Atualizada em 03/08/2021 às 20h15min

VEM QUE DÁ TEMPO’ VAI INVESTIR R$ 160 MILHÕES PARA ATRAIR JOVENS E ADULTOS DE VOLTA À ESCOLA

Professores e estudantes vão receber bolsas; Estado tem meta arrojada de certificar 100 mil pessoas acima de 18 anos

Ana Paula Lins e Beatriz Rodrigues
http://alagoas.al.gov.br/
Jonathan Lins e Valmir Rocha

O Governo de Alagoas pretende investir R$ 160 milhões para trazer pessoas acima de 18 anos de volta à escola. Por meio do programa Vem que dá Tempo – uma das ações do programa Escola 10 – o Estado vai promover busca ativa de jovens adultos que abandonaram os estudos. A ideia é que eles façam uma prova de certificação de conclusão do ensino fundamental e, consequentemente, retomem a sua escolaridade no ensino médio. Para isso, serão pagas bolsas tanto para estudantes quanto para os professores.

O programa foi apresentado em cerimônia nesta segunda-feira (02) no Palácio República dos Palmares e prevê, dentre outras ações, a expansão da oferta de ensino médio via Educação de Jovens e Adultos (EJA) no formato modular na rede estadual de ensino; aumento da oferta de EJA Modular (1º e 2º segmentos) nas redes municipais; realização de exames de avaliação para certificação de conclusão no ensino fundamental e promoção de cursos preparatórios para os candidatos inscritos na prova.

Jonathan Lins e Valmir Rocha

“O Escola 10 é o maior acerto deste governo. Com ele, nós conseguimos sair do último lugar no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) e alcançar o 13° nos anos finais dentre todos os estados do país. Agora, estamos buscando outra frente para trazer os estudantes que ainda estão fora da sala de aula. Segundo dados da Secretaria de Estado do Planejamento, temos 700 mil alagoanos afastados da escola e aptos a serem beneficiados pelo programa. Nossa meta é, inicialmente, certificarmos 100 mil pessoas e as matricularmos na EJA Modular para continuarem seus estudos. Para isso, teremos cursos preparatórios ministrados pelos articuladores de ensino”, adiantou o secretário de Estado da Educação, Rafael Brito, durante exposição do programa a prefeitos e secretários municipais de Educação

Bolsas – Com o intuito de elevar a escolaridade de jovens e adultos alagoanos, o programa vai oferecer bolsas de incentivo tanto para os professores quanto para os estudantes.

Para os estudantes, o investimento previsto será de R$ 124 milhões, sendo R$ 40 milhões para aqueles que se inscreverem e forem aprovados na prova e de R$ 84 milhões de bolsa permanência para os que continuarem seus estudos na EJA Médio. Já para os professores, serão destinados R$ 36 milhões para preparar os estudantes que farão os exames de certificação.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »