MENU

15/03/2021 às 22h58min - Atualizada em 15/03/2021 às 22h58min

Confirmados mais 1.048 casos e 18 mortes por Covid em 24 horas

Alagoas.

Redação
Por G1 AL

Estado não registrava número tão alto de casos da doença por dia desde agosto de 2020. Número acumulado de casos suspeitos está em 14.494.

 

Alagoas registrou 1.048 casos e 18 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, segundo o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) desta segunda-feira (15). Esse foi o maior número diário de casos registrado desde agosto de 2020, época de pico da pandemia no estado.

Outra marca que Alagoas não registrava desde agosto do ano passado foi a de 100 mortes por Covid-19 em uma semana, o que levou pesquisadores a recomendarem adoção de medidas mais rígidas de isolamento social no estado.

Desde o início da pandemia, Alagoas registrou 141.390 casos confirmados e 3.216 mortes pela Covid-19. Do total de pessoas infectadas pelo novo coronavírus, 134.234 se recuperaram e 3.195 estão em tratamento, em isolamento domiciliar.

Dos 1.099 leitos exclusivos para pacientes com suspeita e confirmação de infecção pelo novo coronavírus, 768 estavam ocupados até às 16 horas desse domingo (14), o que corresponde a 70% de ocupação. Já dos 326 leitos de UTI, 271 estavam ocupados, taxa de 83% de ocupação.

O número acumulado de casos suspeitos está em 14.494.

Das 18 mortes das últimas 24 horas, a maioria é de moradores do interior, 12 no total. Seis vítimas viviam em Maceió.

Os óbitos registrados em 24 horas não significam, necessariamente, que as mortes aconteceram de um dia para o outro, mas que foram contabilizadas no sistema neste período. Os números dos boletins epidemiológicos costumam ser menores aos fins de semana e às segundas-feiras por causa do atraso na notificação nessas datas.

 

Mais 18 mortes por Covid-19

 

 

  • Maceió: Homem, 63 anos – sem comorbidades
  • Maceió: Homem, 72 anos – hipertenso e diabético
  • Maceió: Homem, 79 anos – hipertenso, diabético, Alzheimer e era ex-tabagista
  • Maceió: Mulher, 66 anos – diabética e hipertensa
  • Maceió: Mulher, 68 anos – diabética
  • Maceió: Mulher, 82 anos – hipertensa, hipotiroidismo e Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC)
  • Arapiraca: Homem, 50 anos – sem comorbidades
  • Arapiraca: Homem, 75 anos – diabetes
  • Teotônio Vilela: Homem, 43 anos – hipertenso
  • São José da Laje: Homem, 74 anos – diabético
  • Santana do Mundaú: Homem, 74 anos – sem comorbidades
  • Quebrangulo: Homem, 86 anos – hipertenso, tabagista e imunossuprimido
  • Carneiros: Mulher, 35 anos – cardiopatia
  • Boca da Mata: Mulher, 52 anos – hipertensa e diabética
  • Major Izidoro: Mulher, 64 anos – sem comorbidades
  • Murici: Mulher, 71 anos – hipertensa e diabética
  • Satuba: Mulher, 72 anos – sem comorbidades
  • Porto Calvo: Mulher, 78 anos – hipertensa, diabetes e sequelas de uma Acidente Vascular Cerebral (AVC)c

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »